segunda-feira, 6 de julho de 2009

Inverno Cinzento e minhas rodas laranjas...

Bem... sabe quando você planeja tudo e acaba que você não consegue fazer nada do que planejara? Bem, meu fds foi assim do começo ao fim... sempre prezei pelo improviso, mas dessa vez eu fui praticamente BB king tocando pagode numa escola de samba, fiz mais que um improviso! =)
O frio me acolhe mais que qualquer coisa, canso de falar isso...
Fui até a casa do meu pai, só troquei a camisa, e com uma calça jeans “stonada” meio skinny, uma camisa branca largadona, o par de tênis mais guerreiro e confortável que tenho, bom, o frio e a música “Broken” do Jack Johnson para o filme “Curious George” fizeram todo o feeling correr solto... a pista vazia, pouca acolhedora pros cariocas de verões de 42ºC, a poucos longriders, porque a maioria tava aproveitando as ondas de pouco mais de 1m em Ipanema, Aprex e Diabo nas pranchinhas e picolés, fora que o vento forte e frio sentido leblon ajudava o passeio a ficar mais rápido, a coloração do céu era um azul escuro, tentando esconder os raios avermelhados do sol poente, todo o cenário era meio de cores pálidas... eu como gosto pouco desse clima todo aproveitei muuuuito, pus a musica pra repetir algumas vezes, o povo que permanecia na pista eram todos muito tranquilos, só quem curte mesmo, logo não tinha com o que se preocupar... só em acertar cada carving e tudo imaginário, pois o verdadeiro intuito do skate é imitar os movimentos do surf, segundo a linha oldschool... foi o que fiz mais feliz que pinto de fazenda em um lixo de cidade grande!
Fiz questão de deixar qualquer palavra bonitinha para descrever a maravilha da sensação que meu mini me trouxe nesse passeio no domingo, mesmo não tendo feito o que eu tentei planejar... os reais prazeres da vida são poucos e simples, corram atrás deles! Improvise sempre que possível...

Um comentário:

David Yves disse...

We are responsible for orchestrating the dear present... not for living the ghosts of the past, or to live the longing future...